Connect with us

Esportes

Correção: Torcida do São Paulo faz protesto contra diretoria e jogadores

O último parágrafo da versão enviada anteriormente está incompleto. Segue a versão corrigida:

A eliminação precoce na Libertadores e o desempenho ruim do São Paulo nesta temporada resultaram em um protesto da torcida realizado neste sábado em frente ao CCT da Barra Funda. Torcedores são-paulinos gritavam palavras de ordem e carregavam faixas com críticas à diretoria e profissionais do clube.

As faixas carregadas à frente do protesto continham os dizeres “Fora Leco” e “Gestão Fracassada”. A polícia militar formou uma barreira de contenção para que os manifestantes não tentassem invadir o centro de treinamento ou impedir a saída dos jogadores. Não houve conflitos.

Entre os principais alvos do protesto estavam Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do clube, os diretores Raí e Alexandre Pássaro, o técnico Fernando Diniz, além de jogadores como Daniel Alves, Arboleda, Tiago Volpi, Juanfran, Tchê Tchê, Reinaldo, Pablo e Vitor Bueno.

“Ô, Daniel, quebra meu galho, vai tocar..

Publicado há

em

O último parágrafo da versão enviada anteriormente está incompleto. Segue a versão corrigida:

A eliminação precoce na Libertadores e o desempenho ruim do São Paulo nesta temporada resultaram em um protesto da torcida realizado neste sábado em frente ao CCT da Barra Funda. Torcedores são-paulinos gritavam palavras de ordem e carregavam faixas com críticas à diretoria e profissionais do clube.

As faixas carregadas à frente do protesto continham os dizeres "Fora Leco" e "Gestão Fracassada". A polícia militar formou uma barreira de contenção para que os manifestantes não tentassem invadir o centro de treinamento ou impedir a saída dos jogadores. Não houve conflitos.

Entre os principais alvos do protesto estavam Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do clube, os diretores Raí e Alexandre Pássaro, o técnico Fernando Diniz, além de jogadores como Daniel Alves, Arboleda, Tiago Volpi, Juanfran, Tchê Tchê, Reinaldo, Pablo e Vitor Bueno.

"Ô, Daniel, quebra meu galho, vai tocar samba lá na casa do c***", cantou a torcida. "Volpi, preste atenção, quero goleiro que não falha em decisão", emendaram os são-paulinos.

A delegação são-paulina deixou o CCT em um ônibus e embarca ainda neste sábado para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece no domingo, às 16h.

Em paz com a torcida antes da pausa provocada pela pandemia da covid-19, o São Paulo viu suas relações ficarem estremecidas com as eliminações para o Mirassol, pelo Campeonato Paulista, e na Libertadores da América depois de perder por 2 a 1 para o River Plate, na Argentina. No Brasileirão, o time tricolor ocupa o terceiro lugar, com 19 pontos.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Ex-Madureira faz dois e garante vitória do Marítimo sobre o Porto

Lance
Lance

Atual campeão, o Porto perdeu a primeira partida em casa nesta edição da Liga Portuguesa. Pela terceira rodada da competição nacional, os Dragões não conseguiram evitar a boa atuação do atacante brasileiro Rodrigo Pinho, que com dois gols, deu a vitória ao Marítimo por 3 a 1. Nanu fez o outro tento dos visitantes, enquanto Pepe descontou de cabeça.

Só dá Brasil
O Porto foi surpreendido com um jogada 100% brasileira. Claudio Winck, ex-Vasco, iniciou a trama e tocou para Rodrigo Pinho, ex-Madureira, que já dentro da área, bateu de perna esquerda para abrir o placar. O Porto conseguiu o empate nos acréscimos da primeira etapa e, novamente, participação de jogadores nascidos no Brasil. Alex Telles cobrou escanteio e Pepe, brasileiro naturalizado português, mandou de cabeça para o fundo das redes.
Muitos acréscimos
Antes dos dez minutos da segunda etapa, Rodrigo Pinho apareceu novamente. Como um legítimo centroavante, o jogador cabeceou para recolocar o Marítimo na frente. ..

Publicado há

em

Lance

Lance
Lance

Atual campeão, o Porto perdeu a primeira partida em casa nesta edição da Liga Portuguesa. Pela terceira rodada da competição nacional, os Dragões não conseguiram evitar a boa atuação do atacante brasileiro Rodrigo Pinho, que com dois gols, deu a vitória ao Marítimo por 3 a 1. Nanu fez o outro tento dos visitantes, enquanto Pepe descontou de cabeça.

Só dá Brasil
O Porto foi surpreendido com um jogada 100% brasileira. Claudio Winck, ex-Vasco, iniciou a trama e tocou para Rodrigo Pinho, ex-Madureira, que já dentro da área, bateu de perna esquerda para abrir o placar. O Porto conseguiu o empate nos acréscimos da primeira etapa e, novamente, participação de jogadores nascidos no Brasil. Alex Telles cobrou escanteio e Pepe, brasileiro naturalizado português, mandou de cabeça para o fundo das redes.
Muitos acréscimos
Antes dos dez minutos da segunda etapa, Rodrigo Pinho apareceu novamente. Como um legítimo centroavante, o jogador cabeceou para recolocar o Marítimo na frente. A partida seguiu com chances para ambos os lados até o final. Mas nos acréscimos que o jogo esquentou. Aos 49, em contra-ataque rápido, Milson tocou para Nanu, que bateu no ângulo e fez 3 a 1. Seis minutos depois, Jesus Corona tocou para Otávio. O brasileiro finalizou de fora da área e descontou, dando números finais ao confronto.
Tabela
​Com a derrota, o Porto fica estacionado na segunda colocação, com seis pontos em três jogos, um ponto atrás do líder Santa Clara, e pode ver o maior rival, Benfica, abrir três de diferença. Os Encarnados jogam no próximo domingo. Já o Marítimo, chegou aos mesmos seis pontos em três jogos e ocupa a quarta colocação. Na próxima rodada, o Porto tem o clássico contra o Sporting, em Lisboa, enquanto o Marítimo vai receber o Portimonense.

Continue Lendo

Esportes

Richarlison sofre lesão no tornozelo e pode ser novo desfalque para a seleção

A bruxa anda solta para os atacantes da seleção brasileira antes dos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar. Depois de Gabriel Jesus se lesionar e acabar cortado, agora a apreensão é com Richarlison, que deixou o jogo do Everton deste sábado mancando e chorando muito após pancada forte no tornozelo.

O jogador passará por avaliação no clube inglês e caso a gravidade da lesão seja confirmada, pode ser cortado da seleção. A apresentação está marcada para a próxima segunda-feira. Gabriel Jesus já havia dado lugar a Matheus Cunha, do Hertha Berlin.

Com apenas 25 minutos de jogo diante do Brighton, ocorreu a entrada dura e a consequente lesão de Richarlison. Lamptey deu carrinho e acertou a perna do brasileiro, que já caiu gritando de dor e chorando. O atacante já vinha com um incômodo no tornozelo esquerdo após leve entorse no jogo passado.

Foram mais de três minutos de atendimento. Mesmo assim, o jogador não conseguiu suportar as fortes dores e acabou substituído. Foi par..

Publicado há

em

A bruxa anda solta para os atacantes da seleção brasileira antes dos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar. Depois de Gabriel Jesus se lesionar e acabar cortado, agora a apreensão é com Richarlison, que deixou o jogo do Everton deste sábado mancando e chorando muito após pancada forte no tornozelo.

O jogador passará por avaliação no clube inglês e caso a gravidade da lesão seja confirmada, pode ser cortado da seleção. A apresentação está marcada para a próxima segunda-feira. Gabriel Jesus já havia dado lugar a Matheus Cunha, do Hertha Berlin.

Com apenas 25 minutos de jogo diante do Brighton, ocorreu a entrada dura e a consequente lesão de Richarlison. Lamptey deu carrinho e acertou a perna do brasileiro, que já caiu gritando de dor e chorando. O atacante já vinha com um incômodo no tornozelo esquerdo após leve entorse no jogo passado.

Foram mais de três minutos de atendimento. Mesmo assim, o jogador não conseguiu suportar as fortes dores e acabou substituído. Foi para os vestiários mancando.

O embarque de Richarlison para o Brasil estava previsto para logo após o jogo do Campeonato Inglês. O Brasil enfrenta Bolívia e Peru nós próximos dias 9 e 13, respectivamente, na Neo Química Arena, em São Paulo, e em Lima.

Caso Richarlison seja cortado, torcedores já fazem campanha nas redes sociais pela convocação de Marinho, do Santos.

Continue Lendo

Esportes

Russos Rublev e Khachanov avançam em Paris; Thiago Monteiro é eliminado

PARIS (Reuters) – O russo Andrey Rublev chegou às oitavas de final do Aberto da França com uma vitória fácil por 6-3, 6-2 e 6-3 sobre o sul-africano Kevin Anderson neste sábado, estendendo sua série de triunfos no saibro para oito partidas.

Ele foi acompanhado pelo compatriota Karen Khachanov depois que o 15º cabeça-de-chave eliminou o chileno Cristian Garin por 6-2, 3-6, 6-4 e 6-2, para chegar à quarta rodada em Roland Garros.

Rublev, de 22 anos, chegou a Paris após ganhar o título da ATP em Hamburgo ao derrotar Stefanos Tsitsipas e mostrou-se mais preparado do que Anderson, ex-número cinco do mundo que sofreu lesões nos últimos anos.

O russo perdeu apenas quatro pontos com seu primeiro saque e quebrou o serviço de Anderson uma vez no primeiro set e duas vezes em cada um dos sets seguintes, completando a vitória em uma hora e 34 minutos.

Rublev, que também conquistou títulos no Catar e em Adelaide antes da paralisação do esporte devido à pandemia de Covid-19, converteu seu t..

Publicado há

em

PARIS (Reuters) – O russo Andrey Rublev chegou às oitavas de final do Aberto da França com uma vitória fácil por 6-3, 6-2 e 6-3 sobre o sul-africano Kevin Anderson neste sábado, estendendo sua série de triunfos no saibro para oito partidas.

Ele foi acompanhado pelo compatriota Karen Khachanov depois que o 15º cabeça-de-chave eliminou o chileno Cristian Garin por 6-2, 3-6, 6-4 e 6-2, para chegar à quarta rodada em Roland Garros.

Rublev, de 22 anos, chegou a Paris após ganhar o título da ATP em Hamburgo ao derrotar Stefanos Tsitsipas e mostrou-se mais preparado do que Anderson, ex-número cinco do mundo que sofreu lesões nos últimos anos.

O russo perdeu apenas quatro pontos com seu primeiro saque e quebrou o serviço de Anderson uma vez no primeiro set e duas vezes em cada um dos sets seguintes, completando a vitória em uma hora e 34 minutos.

Rublev, que também conquistou títulos no Catar e em Adelaide antes da paralisação do esporte devido à pandemia de Covid-19, converteu seu terceiro match point ao atingir o 27º golpe vencedor em uma devolução de forehand.

Em sua primeira aparição na quarta rodada em Paris, o ex-número um do mundo júnior Rublev enfrentará o húngaro Marton Fucsovics, que derrotou o brasileiro Thiago Monteiro por 7-5, 6-1 e 6-3.

(Reportagem de Sudipto Ganguly)

Continue Lendo

Em alta